Novidades

Tecnologia e o desafio de cuidar

Vivemos todos, neste mundo, a bordo de um navio saído de um porto que desconhecemos para um porto que ignoramos; devemos ter uns para os outros, uma amabilidade de viagem.

Fernando Pessoa in Livro do Desassossego

Ao longo do processo de envelhecimento é comum os nossos mais velhos depararem-se com algumas dificuldades. Tarefas que eram realizadas com facilidade passam a ser mais complicadas, por exemplo a visão e mobilidade podem ser afetadas, aumentando o risco de queda, e frequentemente surgem problemas de saúde.

Envelhecer pode trazer alguns desafios e para ultrapassá-los ter uma rede de proximidade de familiares, amigos, vizinhos, voluntários e outros heróis (des)conhecidos faz a diferença!

Cuidar de uma pessoa é uma tarefa nobre e exigente, que muitas vezes desafia a conciliação pessoal e que traz também desafios aos próprios cuidadores. 

Por mais avanços tecnológicos que existam nada substitui a nossa “presença” mas o uso das tecnologias pode efetivamente ajudar, mesmo que à distância, sendo certo que um cuidador nunca pode ser substituído por máquinas/tecnologia.

Uma das grandes preocupações dos cuidadores são os vários períodos que os nossos mais velhos estão sozinhos. Frequentemente questionam-se se em caso de SOS ou de queda será possível auxiliá-los ou se conseguem voltar a casa quando já existem episódios de deambulação. Uma solução que permita a localização GPS e a comunicação permite por exemplo comunicar com o sénior sempre que necessário, manter o sénior “sempre acompanhado” e dar mais confiança, tranquilidade e qualidade de vida a ambos. Na ATLAS há essa solução porque cuidar é um desafio permanente, mas pode ser facilitado! [conheça as tecnologias de que a ATLAS dispõe, aqui]

Acredita que todos podemos fazer a diferença para um mundo melhor. 


Vanessa Baeta

Business developer na INTELLICARE. 

Ler Mais

Receita para um natal animado, à mesa!

Aproxima-se o Natal, momento de reencontro da família, do convívio, de gastronomia também e de alguns exageros nutricionais. Neste ano atípico, de confinamento, muitos de nós não irão viajar para os lugares habituais nesta quadra, o que, não retira a importância do momento ou a oportunidade de fazermos os mesmos almoços e jantares bem recheados de iguarias como o Bacalhau da Consoada, as Filhoses, o Arroz Doce, entre muitos outros.

É normal que ocorram alguns exageros alimentares e consequentemente nutricionais, levando a algum mau estar gástrico e o normal aumento de peso quando ingerimos muito mais calorias do que aquelas que necessitamos.

Deixo algumas  dicas para melhor passar esta quadra no que diz respeito à alimentação e nutrição: comece as refeições com uma sopa; inclua sempre verduras nas refeições principais; faça uma travessa de salada colorida e coloque sobre a mesa; faça uma salada de frutas frescas; beba muita água (um jarro bonito de água com ervas aromáticas no meio da mesa durante a refeição ajuda); faça caminhadas em família ou não descure a prática de exercício físico; não fique longas horas sentado à mesa ou no sofá; prefira os produtos locais e nacionais quando fizer as suas compras de Natal; na hora dos doces dê preferência aos frutos secos e não retire uma dose de todos, antes uma pequena colher; não exagere no consumo de álcool, faça cozinhados simples e prefira os produtos da época.

Bacalhau da Família

  1. Postas de bacalhau demolhado;
  2. Ervas e especiarias: sal, salsa, coentros, louro, tomilho, manjericão, sementes de coentros, pimenta preta, pimenta rosa, cravinho, noz moscada, canela hortelã, alho francês laminado finamente, fatias de presunto; 
  3. Couves de corte cortadas e prontas a cozer; 
  4. Batata e cenoura prontas a cozer; 
  5. Azeite ainda fresco do lagar, vinagre de vinho tinto; 
  6. Folhas de papel alumínio e cordel de cozinha ou mesmo ráfia; 
  7. Bloco de notas e caneta. 

Preparação: Comece por preparar todos os ingredientes e coloque sobre uma bancada na cozinha. Chame todos os seus convidados com uma hora de antecedência.

Lance o desafio: cada um escolhe um familiar ou amigo para quem vai temperar a posta de bacalhau com os ingredientes disponíveis e escrever uma mensagem. Depois, cada um tempera a posta de bacalhau do seu par dentro de uma folha de alumínio, fecha e coloca no entremeio da folha de alumínio uma mensagem para o seu par, ata com a guita de cozinha ou ráfia e coloca um sinal de forma a saber para quem é. Reserve o bacalhau. Aqueça a água para cozer as couves, a batata e a cenoura. Aqueça o forno a 190º. Coza as verduras e coloque o bacalhau num tabuleiro ou grelha do forno por cerca de 20 minutos. Leve tudo para a mesa de Natal, cada um retira o seu bacalhau e lê em voz alta a mensagem que lhe foi endereçada. Pode sempre substituir a batata comum por batata doce, ou a couve por nabiças ou grelos. Divirtam-se em família, que o Natal é alegria!

Bons cozinhados, e Feliz Natal!


Rui Lopes

Voluntário da ATLAS, nutricionista e Chef.

Ler Mais

Abertura da delegação da ATLAS em Pombal

No dia 1 de Outubro, Dia Internacional do Idoso, realizou-se a abertura do novo espaço que pretende acomodar a logística inerente aos projetos da ATLAS, em Pombal.

O apreço que as pessoas têm pelo voluntariado, incentiva-as a praticar acções que ajudam a dar continuidade e fortalecimento ao próprio voluntariado.

Foi esse gesto de disponibilidade e generosidade que encontrámos nos nossos senhorios, que através de um Contrato de Comodato, cederam uma loja na Zona Histórica da cidade de Pombal à ATLAS, para aí instalar a nossa nova Delegação. Fica numa rua pouco movimentada, mas com possibilidade de circulação rodoviária e com boa acessibilidade.

Este novo espaço pretende acomodar a logística inerente aos projectos da ATLAS – Associação de Cooperação para o Desenvolvimento, nomeadamente o dos Velhos Amigos, implementado nesta cidade desde Maio de 2018.

Além disso e mais importante ainda, esta nova delegação vai possibilitar aos nossos Velhos Amigos usufruírem de um espaço onde podem encontrar uns momentos de entretimento já existentes no universo ATLAS (Coimbra, Leiria ou Marinha Grande) designadamente “Chá das 5”, “Jogos intergeracionais”, “Canto das Janeiras” ou simplesmente um pouco de atenção.

Os voluntários, de acordo com as suas disponibilidades e interesses, também, esperamos, possam sentir aquele espaço como seu. As Sessões de Integração para novos voluntários ou pequenas formações de boas práticas do exercício do voluntariado serão ali realizadas.

Também virado para a comunidade, podem ser realizadas actividades do universo ATLAS como workshops, “Encontros ao Serão” ou, para referir apenas um exemplo, servir de ponto de partida/chegada para um “Pedi Papper”.

Actualmente, e durante os próximos 3 anos, o Projecto Velhos Amigos terá também uma vertente tecnológica dada a aprovação da sua candidatura ao programa Portugal Inovação Social, sendo a Câmara Municipal de Pombal, um dos Investidores Sociais.

Nesta vertente tecnológica vamos disponibilizar botões de teleassistência e georreferenciação aos beneficiários, bem como Tablets para treino cognitivo, proporcionando a orientação necessária ao seu manuseamento, pelo menos uma vez por semana, neste espaço.

Foi com estes desafios em mente que os voluntários se empenharam a arranjar donativos e colaboração de várias empresas e pessoas, reunindo os meios necessários para fazer algumas obras de remodelação, adaptando e apetrechando o espaço para as actividades que aí pretendemos levar a cabo, tornando-o um local muito aprazível.

É também uma oportunidade para divulgação da Associação e dos seus vários projectos, e permitir uma maior mobilização da sociedade Civil em torno desta causa.


Autor: Ana Paula Cordeiro

Voluntária e Coordenadora do Projeto Velhos Amigos em Pombal. A Ana Paula dedica muito do seu tempo a coordenar as atividades da ATLAS em Pombal, a angariar voluntários, a acompanhar os beneficiários e a mimá-los sempre que pode. A delegação da ATLAS em Pombal é resultado em grande parte da sua entrega e entusiasmo a este projeto.

Ler Mais

Doze Anos da ATLAS People Like Us

Hoje a ATLAS – People Like Us faz 12 anos! 🍭🎉

Foram já muitas portas que se abriram para nós, muitas conversas, muitos mimos, muitas ajudas, muitas refeições quentes, muitas lágrimas partilhadas e muitos sorrisos!

Sonhamos com um mundo onde a Pessoa é o centro das políticas, das ações e das motivações. Acreditamos e trabalhamos para um futuro onde as comunidades vivem em solidariedade e cooperação.

Hoje só temos a agradecer a todos e a todas por acreditarem connosco e fazerem parte da transformação!

Aos incríveis e incansáveis voluntários/as, às coordenadoras regionais, à direção, aos parceiros, aos padrinhos e a todos e todas que dedicam um bocadinho do seu tempo aos beneficiários/as da ATLAS, um abraço solidário!

Ler Mais

Almoço de Natal ATLAS 2019

Novamente aconteceu algo maravilhoso na Família ATLAS.

Voluntários e Velhos Amigos da ATLAS desfrutaram de um dia de convívio, de troca de sorrisos, de abraços, num ambiente magnífico, degustando uma refeição que foi carinhosamente preparada por uma equipa de profissionais e oferecida por um grande Amigo da ATLAS, Sérgio da Ponte, na sua agradabilíssima Quinta da Concha em Pombal.

Impossível evidenciar o que foi de mais importante para os nossos Velhos Amigos, pois foram diversas as manifestações de alegria, de gratidão para com os Voluntários que numa agradável movimentação os foram buscar às suas casas para lhes proporcionar um dia diferente.

Também para os Voluntários, este dia foi perceptível da diferença que fazem no pequeno mundo destes idosos e de quanto é importante o convívio entre voluntários.

No final do dia, todos ficámos com o coração cheio, de todo o bem que este dia nos proporcionou.

Gratidão por este dia!Gratidão e orgulho por ser da Família ATLAS!

Gratidão às voluntárias mentoras do Projecto VELHOS AMIGOS!

Gratidão aos beneficiários por nos abrirem o seu coração!

Gratidão aos Voluntários, a grande riqueza deste projecto!

Gratidão a Sérgio da Ponte que fez este dia acontecer!

Ler Mais

A Folhinha

“A Folhinha” é um livro infantil escrito por Fátima Faria, voluntária da ATLAS – People Like Us, e ilustrado por Tânia Bailão.

As receitas do livro revertem integralmente para a ATLAS.

Um livro para ler e desenhar!

O lançamento do livro “A Folhinha” foi no passado dia 17 de Dezembro (2019) na Biblioteca Municipal de Leiria. Nesse dia tivemos cerca de 100 crianças que ouviram a história, desenharam e pintaram as ilustrações da Tânia Bailão Lopes.

Tenho muito prazer em ver que o livro tem sido bem aceite pelas crianças, e a faixa etária do 4º ano (9 anos) que eu pensava já estar fora do limite do público alvo, por ser literatura demasiado infantil, surpreendeu-me pelo entusiamo com que recebeu e aceitou o livro. Talvez porque este livro convida a que as crianças sejam os ilustradores da história. Não sei. Só sei que foi gratificante experenciar isto.

Foi um final de ano com muito trabalho e brevemente começa nova maratona de apresentações. Mais do que um projeto meu “A Folhinha” pretende angariar fundos para a ATLAS, é um projeto de todos.

Abraço Solidário,
Fátima Faria

Ler Mais
Close Bitnami banner
Bitnami